Bichos raros que quase não se vê hoje em dia na natureza

Compartilhe:

Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Google+

Com tantos problemas no mundo, o meio ambiente é muitas das vezes esquecido, e junto com ele parte importante das nossas vidas e da nossa cultura. A realidade é que os seres humanos precisam da natureza, e preservá-la é o melhor caminho para continuarmos a existir. Por isso elaboramos essa lista de 10 bichos raros que dificilmente vemos hoje em dia, para lembrar que o meio ambiente é super importante e não podemos nos esquecer de preservá-lo. Vamos a lista:

1 – Onça Pintada (Panthera onca)

Onça-pintada desconfiada com a câmera camuflada

Onça-pintada desconfiada com a câmera camuflada

Não da pra começar a nossa lista sem falar de um dos principais ícones da nossa rica fauna brasileira: A onça-pintada. Vítima principalmente da caça por colecionadores de cabeça, e também muito visada por sua linda pelagem, esses bichos raros estão cada vez mais difíceis de se ver hoje em dia.

2 – Lebre-assobiadora (Pika)

Lebre-assobiadora se alimentando

Lebre-assobiadora se alimentando

Pika é o nome dado a 30 espécies da família Ochotonidae, da ordem Lagomorpha. É um bicho pequeno, com as orelinhas arredondas e não possuem rabo. Por gostarem de climas frios de montanha, as mudanças bruscas de temperatura tem sido um grande problema na vida desses simpáticos e fofos bichinhos.

3 – Pangolim (Manis spp)

Pangolim procurando por alimento

Pangolim procurando por alimento

O pangolim é um mamífero que vive em climas tropicais da África e Ásia. Existe apenas 7 espécies desse bicho no mundo, e nem precisa-se falar que é bem difícil encontrá-las soltas na natureza. Ele tem escamas pelo corpo, se enrola todo em forma de bola, e assim como os tamanduás se alimentam de formigas através de sua longa língua pegajosa. É um bicho raro na natureza devido ser considerado uma “iguaria gastronômica”.

4 – Saola (Pseudoryx nghetinhensis)

Saola flagrado em meio a mata

Saola flagrado em meio a mata

Esse bovino é encontrado principalmente no Vietnã e no Laos, e são um dos mamífero mais raros dessas regiões. Seu nome significa “chifres no Vietnã”, fazendo uma referência as duas províncias vietnamitas de Nghe An e Ha Tinh. Nativos costumam chamá-lo de “animal educado” por se mover silenciosamente pelas florestas. Como na maioria dos casos, a caça ilegal é o maior causador de sumiço desses animais.

5 – Vaquita (Phocoena sinus)

Vaquita fotografada por mergulhador

Vaquita fotografada por mergulhador

Não, não é uma vaca e sim uma espécie mega rara de golfinho. Esses animais vivem nas águas do golfo da Califórnia, e infelizmente existem menos de 100 desses bichos, tornando-os muito raros e difíceis de se encontrar na natureza. A pesca esportiva foi uma das principais causadoras de sua quase extinção completa, e hoje existe um esforço imenso para tentar salvar esta espécie.

6 – Soldadinho-do-araripe (Antilophia bokermanni)

Soldadinho-do-araripe macho fotografado em um galho de árvore

Soldadinho-do-araripe macho fotografado em um galho de árvore

O soldadinho-do-araripe é uma ave passeriforme que foi descoberta em 1996 na Chamado do Araripe na região nordeste do Brasil. É uma ave muito rara, e só é encontrada em 3 municípios do estado do Ceará. Os machos dessa espécie são extremamente visados por traficantes de animais devido sua cor branca e preta com um “topete” vermelho.

7 – Doninha-de-patas-pretas (Mustela nigripes)

Doninha-de-patas-pretas solta na natureza

Doninha-de-patas-pretas solta na natureza

Também conhecido como “furão-dp-pé-preto” ou “toirão-americano” a doninha-de-patas-pretas é uma espécie de Mustelídeo nativa do centro da América do Norte. Na natureza, esses bichos tem sido cada vez menos vistos, principalmente por causa de caçadores e traficantes de animais.

8 – Garoupa-verdadeira (Epinephelus marginatus)

Garoupa-verdadeira adulta fotografada por mergulhador

Garoupa-verdadeira adulta fotografada por mergulhador

A garoupa-verdadeira é muito visada na pesca esportiva, e chega a ser vista por muitos como troféu, e por isso é um bicho raro de ser ver hoje em dia. Um dos lares desse bicho é a costa do Sul do Brasil, e esta espécie aparece nas notas de R$ 100,00 o que é igualmente raro de se ver hoje em dia.

9 – Rinoceronte-negro (Diceros bicornis)

Rinoceronte-negro solitário encontrado em savana africana

Rinoceronte-negro solitário encontrado em savana africana

Nativa do leste sul e centro da África, esse bichos são extremamente difíceis de se encontrar soltos na natureza. Embora seu nome refira-se a negro, sua cor é marrom e/ou cinza. Caça esportiva é o maior causador de sua população diminuta, sendo que 3 subespécies já foram oficialmente declaradas extintas em 2011.

10 – Arara Azul (Anodorhynchus hyacinthinus)

Família de araras-azuis em uma árvore

Família de araras-azuis em uma árvore

A arara-azul, também conhecida como arara-azul-gigante é um outro grande ícone da nossa fauna brasileira, possuindo uma beleza única, difícil de se encontrar na natureza. É um animal dócil, simpático e é claro, belo. Por isso os traficantes de animais as caçam sem dó, vendendo-as no mercado negro de aves pra o mundo inteiro. Em sua vida toda, a fêmea bota no máximo 4 ovos, vivendo no máximo 50 anos. Por isso da pra entender a dificuldade que é salvar essa espécie da extinção.

E então, conhecia todos esses bichos raros? Comente aqui embaixo! A sua opinião é extremamente importante! E não deixe de compartilhar esta matéria com seus amigos!

O que você achou?